Últimas Novidades

faculdade de fisioterapia

Faculdade de fisioterapia: como é o mercado de trabalho?

A faculdade de fisioterapia é procurada por quem está buscando atuar diretamente na área de fisioterapia, tanto na prevenção de lesões quanto na reabilitação de pacientes. 

O profissional atua na realização de sessões, que visam o tratamento de lesões e/ou doenças que podem causar redução de mobilidade, ou dores. Normalmente, o tratamento é baseado em técnicas, massagens e aparelhagem específica. 

Seu sonho é atuar como fisioterapeuta? Acesse a Estácio e dê o primeiro passo!

Como é a formação na faculdade de fisioterapia?

Na conclusão do curso, os formandos são qualificados para conceder diagnósticos, realizar atendimentos realizados à terapias na fisioterapia, que são adequados ao problema apresentado pelo paciente.

Os pacientes podem apresentar diversos problemas, como: 

  • Mobilidade reduzida;
  • Reabilitação de lesões;
  • Reabilitação de acidentes;
  • Dores locais;
  • Doenças.

Os profissionais são formados para entender o sofrimento dos pacientes e atuar para resolver ou amenizar, dependendo da situação do paciente. 

Além disso, a comunicação entre paciente e fisioterapeuta é muito importante, pois através de uma conversa sincera é possível identificar diversas causas para o problema apresentado.

Já com o diploma em mãos, é possível escolher caminhos diferentes na fisioterapia, como: 

  • Clínicas de reabilitação;
  • Clínicas de depilação à laser;
  •  UTI;
  • Hospitais;
  • Atendimento particular;
  • Academias;
  • Eventos esportivos.

No entanto, existem mais opções, e o fisioterapeuta pode explorar todas as possibilidades, seguindo o seu sonho e a sua vocação profissional

Entenda mais sobre a faculdade de fisioterapia

Na faculdade de fisioterapia, os alunos possuem acesso para a formação profissional, para se tornar um profissional devidamente capacitado, para atuação em uma das áreas que estão mais evidentes atualmente, principalmente em função da pandemia. 

O trabalho exercido pelo fisioterapeuta consiste em: 

  • Avaliação do problema apresentado pelo paciente;
  • Indicação dos tratamentos com resultados mais efetivos para tal condição;
  • Avaliação do histórico médico;
  • Acompanhamento da evolução do paciente;

Com o curso, o profissional tem o direcionamento de carreira para ser humano, generalista, reflexivo e crítico, permitindo uma avaliação mais precisa dos problemas relatados pelo paciente. 

Mercado de trabalho para o fisioterapeuta

A fisioterapia está regulamentada no Brasil, onde a atuação com pacientes só é autorizada mediante a obtenção do registro junto ao órgão responsável, o CREFITO

O fisioterapeuta atua na recuperação dos movimentos que estão limitados, devido à alguma condição clínica, que está sendo tratado pelo profissional. Além disso, ele também cuida da prevenção da ocorrência de novas lesões e dores. 

A prevenção de acidentes também faz parte do dia-a-dia desses profissionais. Por isso, sua atuação é muito requisitada nas áreas desportivas, na recuperação de atletas e cuidando para evitar que novas lesões ocorram. 

Para que seja possível indicar o melhor tratamento clínico para seus pacientes, é feito uma análise criteriosa dos laudos médicos apresentados pelo paciente, e também uma avaliação física, para entender se a condição do momento. 

A avaliação física permite a avaliação da escala de dor do paciente, permitindo um tratamento direcionado para aliviar as dores, e posteriormente tratar o motivo das dores.

As áreas mais comuns praticadas após a formação, são:

  • Desportiva
  • Trabalhista
  • Indústria de Equipamentos
  • Ortopedia
  • Traumatologia
  • Intensivista
  • Neonatal
  • Infantil
  • Saúde Preventiva
  • Estética

As áreas acima são as áreas mais comuns de atuação, mas existem outras possibilidades que podem ser exploradas pelo profissional.

Como é a curso? 

A duração do curso é de 05 anos, para conseguir o diploma correspondente, e que permite a atuação direta com o atendimento de pacientes. 

Na grade curricular, existem disciplinas, como: 

  • Biologia;
  • Saúde pública;
  • Anatomia;
  • Fisiologia. 

Todas elas são necessárias e complementam o aprendizado, já que o fisioterapeuta precisa entender o funcionamento do corpo humano em detalhes, para que seja possível identificar qual o melhor tratamento em cada situação. 

Além disso, grande parte dos cursos espalhados pelo Brasil ofertam cursos práticos, ou seja, presenciais. A modalidade EAD não é aplicável ao curso, uma vez que é necessário a prática em muitas das aulas. 

faculdade de fisioterapia

E a pós-graduação em fisioterapia, como funciona? 

Bem como em outras profissões, o fisioterapeuta também deve continuar agregando conhecimento ao longo da sua trajetória profissional. Por isso, a pós-graduação é tão importante. 

Mesmo que na faculdade de fisioterapia, o aluno tenha acesso à diversas disciplinas e em vários formatos, a pós-graduação é um direcionamento de carreira, para quem quer se especializar em determinado assunto. 

Um exemplo é a fisioterapia estética, que está crescendo bastante a demanda no mercado, em alguns segmentos da beleza, como na depilação a laser, é necessário que o procedimento seja realizado por um fisioterapeuta, para garantir a segurança do paciente. 

Além disso, com a pandemia, outra área dentro da fisioterapia que ganhou evidência, foi a fisioterapia respiratória, necessária para os pacientes mais graves da Covid-19 ou pacientes que foram intubados. 

Diferente do que acontece na graduação, na pós-graduação, é possível encontrar cursos EAD e Semipresencial, com duração média de 10 meses, e com certificado válido em território nacional. 

Por isso, se você já é profissional da área, invista em uma especialização, caso deseja atuar em uma área específica.